sexta-feira, 23 de junho de 2017

Plus size das trevas

Hello, goxtosas!

Vocês sabem que eu adoro fazer posts de looks, e quando esses looks podem ser facilmente imaginados no meu corpinho fora do padrão, eu gosto mais ainda! Então resolvi dessa vez trazer somente looks plus size que eu achei espalhado pelo Pinterest (segue o meu lá!) pra mostrar pra vocês. Com certeza eu usaria todos, eu vario de estilo mesmo! 

Então, vamos começar?





Já dá pra perceber que os looks são todos all black, né? Então, eu  sinceramente não sei mais como incorporar cores nos meus looks trevosinhos. Eu tô preferindo usar tudo preto mesmo, então se preparem! UAHAUHAUHAUAHUAH





Esse de cima foi um dos que eu mais gostei porque mostra bastante a pele, que é algo que eu acho que às vezes algumas roupas para meninas gordas fazem: são estilosas, são legais, mas cobrem muito a pele. Eu sou pirigótica, gente, eu gosto de coisa curta, rasgada, decotada... <3




Esse último look só reforça o quanto eu quero um corset na minha vida! E uma vez eu realmente usei um lenço mais ou menos assim, e fica muito elegante mesmo! Eu gosto muito de usar lenços de várias maneiras, no pescoço, no cabelo, e esse na cabeça fica realmente muito lindo! 

Por hoje é isso, gente! Espero que vocês tenham gostado do posts e dos looks, e quais seus posts preferidos? Beijão e até o próximo post, meus amores!

terça-feira, 20 de junho de 2017

3 posts antigos preferidos | Projeto de Escrita do Universo Alternativo

Hello, princesinhas de Satan!

Hoje eu estou aqui para trazer mais um post do Projeto do Escrita do grupo Universo Alternativo. A Jaqueline Campos (blog 4sphyxi4) é a criadora desse projeto de escrita e dos temas mensais, e o tema desse mês é para mostrarmos post nossos que já rolaram e foram os nossos preferidos. Eu ainda não vi o das outras meninas #shameonme, mas acredito que vamos ver histórias interessantes aí, hein?

Por exemplo: esses posts não são os posts mais visualizados do blog, mas o que eu mais gostei de escrever, de criar, de pesquisar e claro também, do resultado final. Sem mais delongas... Vamos ver quais foram os meus três escolhidos?



Era o começo da minha blogueiragem (esse post foi o segundo do blog) e eu já tinha umas ideias super bacanas pra produzir um conteúdo meio diferente. O primeiro deles foi o Blogueiras  alternativas (parte 1) que começou com indicações de blogueiras e/ou youtubers e parou até em uma série de pin-ups trevosas! Ao todo foram seis posts com a temática, e podem ter certeza que ainda vai sair muito mais!



Eu gosto muito desse post porque eu falei sobre coisas que me desagradam em lojas alternativas e que eu sinceramente acho que lojas que não incluem certas "exceções de regra", cobram excessivamente caro em peças que vem de sites da China, e bom, várias outras coisas que eu acho erradas. sendo que tem tanta loja aí fazendo um serviço legal por um preço honesto, e incluindo todos os tamanhos! Por isso eu gostei muito de escrever esse post, e mostrar apenas lojas realmente alternativas foi uma espécie de compromisso que assumi comigo mesma!

 Paint the wardrobe in black


Teve uma época da minha vida que eu queria muito mudar todo o meu guarda-roupa, mas a verdade é que eu nunca me organizei o suficiente pra fazer isso e de vez em quando tomo uns capotes da vida e fico muito mal de dinheiro (oi, desemprego!), então apesar de eu amar esse post da wishlist e até ter algumas (3, mas pelo menos não fiquei sem nada AHAUHAUHAUHAU), sempre que eu olho ele eu me sinto meio na bad por ter várias peças que eu quero e não tenho :/ Hoje eu acho até que mudaria algumas coisas dali, incrível como estilo é algo que tá sempre mudando, né? <3

Então, espero que vocês tenham gostado desse post e eu peço desculpas pelo atraso, afinal, esse post deveria ter saído no dia 15! Como disse no parágrafo anterior, estou desempregada e passei por umas bads, mas nada que um processinho não resolva daqui a uns 3 anos! UAHUAHUAHUA Mas tô de volta firme e forte tanto pro blog, quanto pro YouTube, então aguardem conteúdo em ambos pros próximos dias!

Aliás, postei esse vídeo aqui de unboxing da Mystic Box! <3 Se vocês quiserem ver um post sobre isso e o que eu recebi, peçam nos comentários, ok? Por hoje é isso, mas já tem post programado e vídeo gravado! Beijão e até o próximo post!

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Darkoutfit: Metalhead

Hello, trevosinhas!

Hoje é dia de trazer mais um darkoutfit pra vocês! Esse darkoutfit que eu trago hoje eu montei pra uma promoção da  My Little Candy, mas acabei não ganhando, eu nunca ganho essas coisas! UAHUAHUAHUA De qualquer maneira, depois de ver esse post aqui do blog Relíquias da Lara, da Lara Kneip, eu me animei a postar a minha versão de metalhead do projeto PPx (ou Plano Phyx) da Jaqueline Campos, o 4sphyxi4

Sinceramente? Foi um dos outfits que eu mais gostei de montar. Me senti muito tr00zona e fiquei pensando que era um look confortável e ao mesmo tempo bem montado. Essa blusa de ouija eu já usei nesse look aqui e sabe se lá o porque eu não usei ela muitas vezes desde então. Resolvi seguir esse tutorial do canal da Jéss Ribeiro nessa brusinha, e olha, gostei muito do resultado! Dá pra fazer look trevoso com as brusinha da Renner sim!




O sutiã de pentagramas também foi de um DIY. É muito simples de fazer, é só costurar elásticos nas alças que já vem no sutiã de maneira a formar um pentagrama! As asinhas de morcego e o anel que eu uso são da Dark Prophecy! Minha bota é a de sempre da Vilela Boots e a legging é uma legging preta básica.




Eu usaria esse look pra ir em um show, ir pro shopping, ir pro bar beber com os amigos... Eu quero criar mais looks assim, que dê pra usar no verão e no inverno, que sirvam tanto pra dia quanto pra noite, que sirvam tanto pra algo casual como algo da cena... É massa quando dá pra se vestir assim, né? <3 Ah, antes que eu me esqueça: o choker é da Eliz Store e eu já tenho há mais de um ano! É um dos queridinhos da minha coleção!






Ultimamente eu tenho preferido looks all black mesmo. Pra uma roupa colorida entrar na minha wishlist, nossa, tem que ser A peça de roupa! UAHUAHUAUAHUA Esse dia que eu criei esse darkoutfit eu tava bem desanimada e triste com algumas coisas que estavam rolando e ele me animou muito. Nos vestir do jeito que gostamos faz bem pra alma, sabem? A vida ainda tá meio bosta, mas eu tento me animar da maneira que dá UAHUAHAUHAUAUA



Na make eu resolvi combinar tudo preto do look com o batom azul da Hator. Eu paguei R$ 10,00 nele porque uma colega estava revendendo. Ele é bem fraquinho, mas normalmente quando eu vou pros rolês meus batons só duram o tempo de chegar lá mesmo, porque depois eu começo a beber, fumar, beijar e já sai todo o batom UAHUAHUAHUA

E aí, curtiram a reprodução de metalhead que eu fiz? Bom, quem me conhece, sabe: look metalhead é natural pra mim, é o estilo que mais me encaixo! <3 Por hoje é só e eu juro juradinho que logo mais saem posts melhores e mais animados aqui no blog! Um beijão pra vocês!

domingo, 11 de junho de 2017

Projeto #ConhecendoLojasAlternativasBrasileiras: Dark Fashion

Hello, strangers!

Eu acho que tanto aqui quanto no Instagram eu tenho deixado bem claro o quanto eu gosto da Dark Fashion e estou sempre usando as peças que a Nivia me mandou. Foi assim que eu pude conhecer a loja, vestir as peças, ver como elas ficavam no meu corpo e enfim, ter a certeza de que eu podia recomendar a loja. Tudo o que eu descobri é que eu tô pra ver outra marca que tenha a qualidade e custo-benefício da Dark Fashion. 

Eu tenho uma admiração muito grande pela Nivia, que é dona da marca e eu simplesmente AMEI quando ela deu essa entrevista pra Sana! Desde que fechamos a parceria eu falei pra Nivia que tinha muita vontade de incluir a Dark Fashion no projeto de apresentar Lojas Alternativas Brasileiras e vou confessar, foi difícil pensar em perguntas diferentes pra fazer, porque a entrevista do Moda de Subculturas ficou muito perfeita! Decidi focar em um lado diferente para mostrar a loja pra vocês. As fotos que vocês verão no post serão de algumas das peças disponíveis no site! <3

P.s.: a modelo da foto abaixo é a linda da Cintia Gunner e foi a primeiro modelo plus da Dark Fashion! <3

Corpete 3808
1) Muitas lojas fazem roupas separadas para mulheres plus, diferente das que fazem para mulheres padrão. O que me chamou a atenção na Dark Fashion foi justamente ter as mesmas roupas para todas. Como as clientes recebem isso? Há uma preferência por peças mais "simples" ou a saída de peças é mais ou menos igual aos modelos de "tamanho padrão"?

Tenho um número grande de cliente plus, então acredito que elas estão recebendo bem os nossos produtos e também a ideia de que podem sim usar o que desejam independente do seu corpo.  Quanto à saída das peças, é meio homogêneo, até por que trabalhamos muito a questão de peças mais confortáveis e usáveis, então fica mais fácil para escolher o modelo.  

2) Como é a busca masculina por roupas alternativas na Dark Fashion? É frequente ou há uma certa inibição por parte dos homens?

O masculino tem pouca saída, até por que não dispomos muitos modelos, já que o nosso foco é mais o feminino, o masculino é mais como um bônus, hehhe, mas no futuro pretendemos mudar isso e deixar mais completo o mix para os meninos, afinal eles se preocupam com o visual também. 

3) Você, além de estilista e dona da Dark Fashion também dá aula para a área de Estilismo e Moda. Há interesse por parte dos alunos e alunas de investir na moda alternativa?

Fui professora por cerca de 8 anos na área de moda, mas agora me dedico exclusivamente para a Dark Fashion.  E esse interesse existe sim, mas é uma questão de estilo também, sempre notei que o interesse pela área de atuação esta ligado ao gosto do aluno, no caso, somente quem é alternativo se interessa de verdade por trabalhar com moda alternativa. 

Vestido 5071
4) Certamente uma das coisas que mais me chamaram a atenção na Dark Fashion é que as peças não tem um valor absurdo, contrário do que é visto em muitas outras lojas, principalmente no meio internacional. O que a levou a cobrar um preço justo, quando muitas outras lojas pesam a mão nos preços de peças do meio alternativo?

Bom, a questão de valores é muito relativa, cada marca tem uma forma de trabalho, e um custo para isso, alguns produzem, outros só revendem, então os valores podem variar muito. Trabalho com uma margem pequena de lucro pra manter os valores mais acessíveis, mesmo sendo um trabalho personalizado. A ideia sempre foi fazer o que amo e quem sabe me sustentar com isso, kkkkkk, tanto que estamos aí a quase 10 anos e ainda não fiquei rica, e o trabalho e os custos só aumentam.... Mas, as recompensas que este trabalho me dá, os clientes, os amigos, a alegria de poder fazer o que amo, de poder criar, não tem preço. 

5) Ao longo de 10 anos de loja, você tem uma média de quantas peças diferentes você criou para a Dark Fashion? #curiosa

Boa pergunta... Não faço ideia, mas foram muitas, pois algumas acabam permanentes no catálogo, mas todo ano são diversos modelos que ficam pouco tempo e logo saem de linha, fora os mais antigos que acabam às vezes recebendo uma atualização de modelagem, e os diversos modelos que nem saem do papel.   

6) Com certeza você deve ter recebidos centenas de feedbacks de peças, e tudo o que consigo pensar é que pra algumas pessoas, algumas das suas peças foram uma conquista. Os clientes compartilham contigo a felicidade de comprar uma peça sua?

Grande parte compartilha sim, e alguns mandam depoimentos e fotos, e isso me deixa muito feliz, com a sensação de dever cumprido, tanto em relação aos produtos quanto ao atendimento. Sempre peço esse feedback, até pra poder monitorar mesmo e sanar qualquer problema caso necessário.

Saia 5034
7) Sendo referência em moda alternativa do país (e na minha opinião uma das melhores estilistas do meio), o que você diria para quem está pensando em seguir carreira e investir em criar moda alternativa?

Obrigada querida, não sei se mereço o elogio, mas tento fazer o meu melhor. E pra quem deseja ingressar nesta área, se você não deseja ficar rica, e adora trabalhar, seja bem vindo(a)! kkkkkkk. Brincadeira a parte, primeiro é necessário estudar, faça uma graduação em moda, conheça sobre seu mercado de atuação, e se possível faça cursos em administração e gestão de empresas, pois por mais criativa e talentosa que a pessoa possa ser, uma empresa precisa ser bem administrada pra sobreviver. E o mais importante, aprenda sobre modelagem, esse é o segredo do negócio, mesmo que você não goste e que no futuro possa pagar um modelista, pois é aqui que você terá recursos para se diferenciar de outras marcas. Seja sempre honesto(a) e esteja pronto(a) pra trabalhar muito, pra ser criticado(a), e a ser feliz fazendo o que ama! 

8) Existe alguma peça ou coleção que de alguma maneira te marcou diferentemente e virou seu xodó?

Sempre me perguntam isso, e eu nunca consigo responder, pois cada criação tem uma história, todas são minhas filhas, então não consigo ter um xodó, adoro todas. Mas posso te dizer que a coleção Renda-se de 2014, foi de certa forma um marco, pois foi a primeira coleção lançada de verdade, e que deu um ar mais profissional a marca, antes as peças eram lançadas aleatórias, sem a abordagem de uma coleção.   

Blusa 2521
9) Você pode nos contar um pouco da experiência que é ter uma loja de moda alternativa no Brasil há 10 anos?

São quase 10 anos de muito trabalho, às vezes me sinto como se ainda engatinhasse, pois as conquistas são demoradas e com muito sacrifício, e a maior parte deste tempo eu me dediquei como professora também, então trabalhava 3 turnos. A cerca de 1 ano estou me dedicando apenas a empresa, então agora que estou tentando crescer um pouco mais, e apesar de muitas dificuldades, principalmente a falta de incentivo do governo para as pequenas empresas, principalmente no setor de confecção e têxtil, acredito que cheguei muito longe, considerando o fato de trabalhar para um nicho de mercado mais restrito de certa forma.

Porém, faço muitas amizades, aprendo muito, melhoro a cada dia como pessoa e como empresária, e sei que posso contar com pessoas maravilhosas como você para fazer parte desse trabalho. E o melhor de tudo: aprendi que felicidade é fazer outras pessoas felizes com o melhor que podemos oferecer, que é o melhor de nós através de nosso trabalho.

Corpete 3800
Bom, espero ter chegado perto do nível que foi aquela entrevista que a Nivia deu para a Sana do Moda de Subculturas! Espero também que vocês tenham gostado de conhecer esse outro lado da loja e conhecer um pouco mais sobre o trabalho da Nivea! Vale reforçar aqui que a Dark Fashion não cobra a mais para fazer roupas sob medida ou em tamanhos maiores. Isso é uma das coisas que eu mais considero sobre a loja! Obrigada pelo carinho de sempre, e por lerem o post até aqui! Um beijão e até o próximo post! <3